Escaneabilidade o que é? Entenda como conseguir qualidade de conteúdo para o seu negócio

Você já deve ter percebido que a vida das pessoas na nossa sociedade está ficando mais corrida, verdade? 

Essa tendência também afetou o jeito como  nós lemos, por isso foi inventado o conceito de escaneabilidade. Você sabe o que é e para que serve a escaneabilidade?

Nas atuais condições, uma pessoa que entra em um blog, provavelmente antes de ler um post completo visualizará o conteúdo. Nessa primeira “olhada”, o usuário vai observar os pontos principais que permitem decidir se vale a pena ou não ler o texto completo.

Isso já é o suficiente para você entender porque a escaneabilidade é importante para quem produz conteúdo destinado à web. O uso dessas ferramentas torna os textos mais atraentes.

Nesse sentido, quem quer acertar quando publica deve perguntar-se antes o seguinte: o meu conteúdo vai realmente agregar algo para o meu leitor, vai oferecer-lhe algo novo? A leitura será descomplicada?

Certamente, se alguém acessar sua postagem e se deparar com blocos de textos muito grandes, pensará, antes mesmo de ler, que aquela leitura será cansativa e exaustiva.

E a possibilidade daquele usuário optar por buscar informações em outro lugar é grande.

Além da escaneabilidade, é importante considerar que todos outros aspectos visuais influenciam a navegação do usuário. Disso depende se o internauta aproveitará ou não o seu conteúdo.

Outro fator a ser considerado também é se o seu espaço na internet é responsivo. Considere que os usuários acessam seu blog de diferentes dispositivos; por isso, o tipo de texto, tamanho das letras e as cores utilizadas podem representar um verdadeiro empecilho para o leitor.

O que a escaneabilidade tem a ver com SEO?

Após falar sobre o que é escaneabilidade, vamos agora entender a relação dela com as técnicas SEO.

O conjunto de ferramentas para a otimização em buscadores, mais conhecido como SEO, assegura um melhor posicionamento das páginas na internet.

escaneabilidade-conteúdo-de-qualidade

O que você talvez não saiba é que o uso correto de táticas de escaneabilidade tem benefícios nos resultados de SEO.

Por tudo isso, é importante que você considere que será necessário usar marcadores, dividir o texto em legendas, dar preferência por parágrafos curtos, entre outras técnicas para que seu texto fique mais fácil de ser lido.

Ah! Não se esqueça de otimizar suas ferramentas SEO para ranquear melhor nos principais buscadores.

Como tornar seu conteúdo escaneável?

Agora que já sabemos da importância que a escaneabilidade tem na produção de conteúdo para web, é hora de saber como aplicá-la.

Para ficar mais fácil, vamos apresentar alguns itens:

●      Dê preferência ao alinhamento do texto à esquerda

Existe algo chamado de “padrão de leitura F”. Segundo alguns estudiosos, o usuário antes de ler um texto completo:

1. Examina rapidamente os dois primeiros parágrafos;

2. Escaneia com os olhos verticalmente todo o lado esquerdo do conteúdo.

Por isso, para tornar o texto mais agradável aos olhos e melhorar a experiência do usuário, o ideal é que seus textos estejam alinhados à esquerda.

Esse formato está de acordo com o movimento dos olhos e torna a análise do texto mais agradável.

● Não exagere no tamanho dos parágrafos

Já falamos que nos nossos tempos, conteúdos muito extensos não chamam a atenção suficiente dos leitores. Portanto, uma das maneiras de usar a escaneabilidade a favor do seu conteúdo é escrevendo parágrafos menores e objetivos.

Não existem valores exatos, mas é aconselhável que os parágrafos tenham cerca de 4 linhas e aproximadamente 50 palavras.

● Use marcadores, negrito e itálico

Quando quiser destacar algum fragmento ou informação em seu texto, que tipo de recurso deve usar?

O uso de partes do texto em negrito ajuda a chamar a atenção para partes importantes. E é muito comum a utilização da palavra-chave em negrito nos textos.

É uma boa tática, mas que não deve ser usada excessivamente.

Por outro lado, os marcadores ajudam na organização de informações importantes.

● Divida o texto em subtítulos

Cada postagem tem um tema central, ou seja, o assunto que será desenvolvido. Por isso, para facilitar a compreensão do leitor e tornar a leitura mais agradável, o texto deve ter subdivisões.

O recurso adotado para isso é a inclusão de subtítulos. Cada um deve enfocar uma parte diferente do tema principal.

Os subtítulos são elementos importantes para que a varredura de conteúdo aconteça de forma espontânea.

Quando usados ​​estrategicamente, eles chamam a atenção de quem acessa o blog e são capazes de despertar a curiosidade do leitor.

● Verbo no imperativo

Se você quiser que seu leitor tome alguma decisão ou atue, é ideal que dê prioridade a verbos no modo imperativo. Exemplos:

  1. Invista em marketing de conteúdo para sua empresa;
  2. Fique por dentro do que acontece no mercado;
  3. Crie um conteúdo perfeito;
  4. Aprenda a fazer parceria com outras empresas.

● Aposte no uso de listas numeradas

Uma boa estratégia de SEO é usar no título dos textos expressões como: “5 maneiras de fazer…”, “10 estratégias geniais para…”, “3 benefícios do produto x”, etc.

Logo, para apresentar o tema, é muito interessante o uso de listas numeradas.

Cada elemento da lista pode apresentar um dos pontos relacionados ao que foi prometido no título.

Por exemplo, se vamos usar “5 dicas para ter um estilo de vida melhor”, as legendas podem ser:

1. Melhore sua dieta;

2. Faça exercícios físicos;

3. Beba muita água;

4. Durma bem;

5. Evite alimentos gordurosos.

● Palavras-chave

Algoritmos de buscadores, como o Google e o Bing, verificam, através de diversos critérios, se um texto é apropriado tanto para sua avaliação quanto para garantir a satisfação do leitor.

Uma das práticas que ajuda a melhorar o rankeamento no Google é a utilização das famosas palavras-chave algumas vezes ao longo do texto. Isso ajudará tanto o leitor quanto os buscadores a fazer a identificação.

marketing-digital

Porém, por mais importante que seja, não exagere. Essa prática pode despertar desconfiança nos algoritmos que considerarão seu texto cansativo.

Nossa sugestão é que apareçam pelo menos 3 vezes no texto:

no primeiro parágrafo;

em pelo menos um subtítulo;

no último parágrafo.

● Use ferramentas que medem a escaneabilidade

Algumas ferramentas ajudam a identificar se os textos possuem ou não bons níveis de escaneabilidade. Embora a maioria dessas ferramentas seja em inglês, é possível usá-las estrategicamente.

Quem usa o WordPress, por exemplo, tem o Yoast, um plugin que ajuda a otimizar o conteúdo para os buscadores.

A ferramenta de teste de legibilidade e as fórmulas gratuitas de legibilidade são ferramentas que também são úteis e cumprem muito bem a função de analisar a escaneabilidade de um conteúdo.

● A técnica da pirâmide invertida

Essa técnica, derivada do jornalismo, consiste em colocar as informações em ordem decrescente de relevância ao longo do texto – o conteúdo mais importante vai no primeiro parágrafo e o menos importante no final.

Utilizar os primeiros parágrafos da publicação para contextualizar, apresentar o problema e colocar as informações mais pertinentes (e depois aprofundar no texto) é uma das técnicas que garantem uma boa legibilidade.

Além disso, escrever em pirâmide invertida é útil para que o leitor não perca tempo lendo artigos que não lhe interessam.

Mas não se esqueça de despertar a curiosidade no leitor. O início da publicação deve ser uma introdução ao que está por vir e não um resumo definitivo.

● Utilize imagens para chamar a atenção e “quebrar” o texto

As imagens são bons recursos para atrair a atenção do leitor. Além disso, muitas vezes servem para complementar algo que está no texto ou mesmo para separar o conteúdo.

Elas são importantes tanto esteticamente quanto para a parte de SEO. Existem inúmeros sites e bancos de imagens que permitem o download gratuitamente.

Seja criativo e não se esqueça de colocar a palavra-chave da postagem no título da imagem.

● Use outros tipos de materiais

Além das imagens, hoje é possível agregar outros tipos de materiais para ilustrar suas publicações.

Alguns exemplos são vídeos do Youtube, posts do Facebook e Twitter, áudios do Soundcloud e Spotify.

Os GIFs também são uma ferramenta interessante quando o conteúdo que você produz é mais informal.

Conclusão

Saber responder o que é escaneabilidade é um passo importante para melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos pela internet e conquistar a simpatia do público – e dos motores de busca.

Em poucas palavras, sabemos que um conteúdo é escaneável quando permite ao leitor passar os olhos pelo texto e ter noção do que será tratado. Mas sem revelar tudo o que vai ser oferecido, para aumentar a curiosidade da pessoa.

Para melhorar a visibilidade dos seus textos, considere escrever seus conteúdos em parágrafos menores, divida os textos em subtítulos chamativos, aproveite o uso de recursos como negrito e itálico para destacar as partes centrais do seu texto e use as listas de marcadores.

Com essa e outras técnicas os usuários terão mais facilidade para ler e aproveitar seus conteúdos. Agora que você já compreende a importância da escaneabilidade, conheça também algumas ferramentas para prospecção de vendas!

Aproveite que está no blog do Guest Posts e veja como avaliar o SEO do seu site.

Compartilhe:

Deixe um comentário