Guia Definitivo: O que são Palavras Chave?!

Os donos de sites e blogs precisam saber como escolher palavras chave, em meio a um cenário de buscas na internet cada vez mais expressivo.

Mas afinal, você sabe o que são Palavras Chave?!

O usuário em si, geralmente, não tem noção da força disso.

Mas, na prática, entender o que são Palavras Chave, vai muito além de ser um simples termo digitado nos mecanismos de pesquisa, como o famoso Google!

Entender o que são Palavras Chave e como utilizá-las, é de extrema importância para quem deseja alcançar colocar seu site topo das pesquisas!

Como escolher essas palavras tornou-se um conhecimento mandatório para redatores, produtores de conteúdo, copywriters ou qualquer pessoa que se especializa em SEO.

A produção de conteúdo é um verdadeiro motor do marketing digital e, para que os resultados sejam obtidos, é de extrema importância que entenda o que são Palavras Chave e como utilizá-las à favor da sua página na internet!

A maior parte do que se publica em blogs, por exemplo, vem em formato escrito.

Isso significa que a habilidade de compreender o que são Palavras Chave e inseri-las corretamente ao longo de textos é valiosa.

A ideia básica é criar conteúdos de valor, com a capacidade de ser encontrado pelos mecanismos de busca, como o Google, através de suas Palavras-Chave, sejam elas primárias, secundárias ou tags.

Entender o que são Palavras Chave e como escolhê-las, está diretamente ligado aos métodos que acompanham essa prática.

Confira à seguir o que são Palavras Chave em uma contextualização mais abrangente sobre este termo e entenda como escolher as mais eficientes para sua empresa!

O que são Palavras-chave?

Entender o que são Palavras Chave e como utilizá-las de maneira assertiva para sua empresa é de extrema importância para geração de vendas dentro da sua empresa!

Também conhecidas como keywords – em inglês – as Palavras Chave são termos de busca, comumente digitados pelos usuários cuja intenção é fazer pesquisa nas ferramentas de busca.

O motivo desse termo ser tão curto e “direto ao ponto” é porque ele deve encontrar com o máximo de precisão as palavras usadas pelas pessoas que buscam as informações.

Uma boa maneira de pensar o que são Palavras Chave é com uma analogia:

  • Imagine que o seu site é um quarto;
  • O usuário do buscador é a pessoa que quer entrar no quarto;
  • A porta está trancada, mas a pessoa usa a chave. Se a chave estiver correta para a fechadura a porta será aberta;
  • Ao fim da analogia, é rápido entender que a palavra-chave colocada pelo produtor do texto é a fechadura.

Além de combinar com o que usuário escreve, a atribuição sobre o que são Palavras Chave obedece a três parâmetros, sendo eles:

  • Popularidade (frequência que é usada);
  • Relevância;
  • e Intenção.

Tudo isso levará o redator a chegar em boas Palavras-Chave!

Por isso, entender o que são Palavras Chave e direcionada para sua marca é de extrema importância para que seus clientes encontrem a sua empresa, produtos e serviços!

Além de entender o que são Palavras Chave, é necessário compreender como utilizá-las, de maneira a não cometer penalidades sobre as Diretrizes do Google.

E acredite!

Utilizar o excesso de Palavras-Chave dentro de um texto, blog, ou afins, é considerada uma grave penalidade, conhecida como Keyword Stuffing.

Keyword Stuffing é o excesso de Palavras-Chave, no qual refere-se à prática de encher uma página da Web com Palavras-Chave ou números na tentativa de manipular a classificação do site em um resultado da Pesquisa do Google.

Com frequência, essas palavras-chave aparecem em uma lista ou grupo ou fora de contexto (não como texto natural).

Encher páginas com palavras-chave ou números resulta em uma experiência negativa para o usuário e pode prejudicar a classificação do site.

O foco deve ser sempre criar um conteúdo útil, rico em informações e que utilize palavras-chave apropriadas e dentro do contexto.

Exemplos de preenchimento de palavras-chave incluem os seguintes:

– Listas de números de telefone sem valor substancial adicionado;

– Blocos de texto listando cidades e estados em que uma página está tentando ser classificada

– Repetir as mesmas palavras ou frases com tanta frequência que acabe não soando natural.

Central de Pesquisa – Google.

Esta prática é conhecida por ser um SPAM devido a alta inserção de Palavras-Chave dentro de um contexto!

Aos olhos dos buscadores, esta ação indica que dentro de um conteúdo, o uso de Palavras-Chave ocorre de maneira artificial, sendo ela, otimizada unicamente para alcançar o topo da SERP.

Entender o que são Palavras Chave e quais penalidades você precisa evitar são peças chave para seguir uma excelente estratégia com Marketing de Conteúdo!

Afinal, não existe melhor estratégia do que captar leads com excelentes conteúdos, não é mesmo?!

Palavras-Chave Primárias

Agora que você pode compreender o que são Palavras Chave, vamos afunilar este assunto!

Uma coisa você precisa ter em mente: As Palavras-Chave não são todas iguais! Elas são classificadas por tipo, intenção e até mesmo a frequência no texto.

No caso das primárias, elas são o núcleo de toda a publicação, ou seja, o foco principal do seu produto ou serviço.

Este é o tipo de Palavra-Chave que deve estar presentes em títulos, subtítulos, corpo da redação, urls e afins.

Um excelente aliado das Palavras-Chave são as Estratégias de SEO, no qual, quando combinadas, as duas estratégias maximizam de forma escalável a marca da sua empresa na internet!

Essa combinação de estratégias possibilita que sua página na internet alcance o topo dos mecanismos de busca, sem a necessidade de investir em anúncios pagos ou afins. 

Porém, entender o que são Palavras Chave Primárias e como defini-las, é um assunto que merece toda a atenção de um editor especializado.

Afinal, “tacar as palavras” dentro de um tempo não vai auxiliar no ranqueamento, entretanto, seu site ou blog pode estar sendo penalizado pelas Diretrizes e você perdendo escalabilidade em Brading.

A finalidade das Palavras-Chave, são de tornar seu site mais visível nos mecanismos de busca.

Por outro, o conteúdo importa, pois se o texto não fizer sentido, sua publicação perderá no ranking da mesma forma.

Logo, tão importante quanto pensar nos termos ideias é saber como escolher palavras chaves ao levar em conta sua posição no texto.

Acredite! O Google está de olho em tudo – em tempo real! Isso porque existem inúmeros especialistas, espalhados pelo mundo analisando e cooperando positivamente para o melhor resultado e experiência para com os usuários.

Dessa forma, entender o que são Palavras Chave e como utilizá-las corretamente com a ajuda do SEO, irá maximizar a marca da sua empresa na internet.

Mas afinal, quantas Palavras-Chaves Primárias meu site deve ter?!

Se você conseguiu entender o que são Palavras-Chave, este assunto você vai tirar “de letra”!

Bom… Não existe uma fórmula exata para definir quantas Primárias um site deve conter.

Recomendamos que você estude o seu produto/serviço e consiga atribuir entre 1-4 Palavras-Chave Primárias que possam definir do que se trata a sua empresa.

Caso sua empresa possua uma variedade de produtos ou serviços, uma dica é conferir quais são as Primárias que sua concorrência está utilizando.

Palavras-Chave Secundárias

Entende o que são Palavras Chaves Secundárias está diretamente ligado a finalidade de completar a autoridade central da Palavra Chave Primária.

Mas o que isso significa?!

Isso significa que as Palavras-Chave Secundárias são utilizadas como “complemento” para que seu usuários encontrem os serviços ou produtos que a sua empresa está ofertando, facilmente.

Elas servem para tornar o texto mais fluido e trazer possibilidades de variação nos assuntos.

Para explorar seu valor é só pensar no campo semântico da Palavra-chave, ou seja, em todos os termos em giram em torno dela, no que diz respeito ao significado. 

Os algoritmos do Google detectam como é atribuído o uso das Palavras-Chave Secundárias para conferir maior sentido, coerência e coesão ao texto.

Em última análise, isso faz a publicação ser entendida como um conteúdo de relevância.

E as Palavras-Chaves Secundárias, quantas devem ser?!

Bem como dito anteriormente, não existe uma fórmula exata para definir quantas cada empresa deve ter. Por isso é de extrema importância que compreenda o que são Palavras Chaves!

Esta é uma informação muito personalizada para cada tipo de negócio. O que recomendamos que é que tente conciliar no máximo 5 Palavras-Chave Secundárias.

Dessa forma seu produto ou serviço será encontrado somente por clientes que realmente tenham interesse em realizar uma compra.

Entenda como escolher as Palavras-chave para o seu negócio

Caso você tenha compreendido o que são Palavras Chave, é hora de ver como atribuir as melhores Palavras-Chaves para que seus clientes encontrem sua empresa.

Por que as Palavras-Chave são tão necessárias?

A resposta tem a ver com o Marketing de Conteúdo! Continuem acompanhando esta ideologia…

O Marketing de Conteúdo é todo o material que uma marca oferece, de maneira gratuita, ao público.

É o primeiro contato do futuro consumidor e empresa, que se dá através de sites, blogs corporativos, redes sociais, assinaturas de newsletter, download de e-books e muito mais.

Todos esses componentes precisam ser corporificados através da escrita, que por sua vez deve ser aprimorada através das Estratégias de SEO

Entender o que são Palavras Chave e como escolher as ideais, influi em toda a estratégia de produção de conteúdo a fim de que uma marca sobressaia.

O objetivo é construir autoridade e memória para o público, através da vitrine que são as páginas de resultado de buscas (SERP).

Listamos os principais pontos que você deve analisar antes de escolher suas Palavras-Chave, são elas:

  • Volume de Busca;
  • Dificuldade de Ranqueamento da Palavra-chave;
  • Persona;
  • CPC;
  • Concorrência;
  • Intenção de Compra da Palavra-chave;
  • Head Tail x Long Tail.

Um excelente aliado para este tipo de ação é o Ahrefs. Além desses fatores algumas estratégias podem ser atribuídas como por exemplo a atribuição de Palavras-Chave Long Tails.

As Head Tails são termos mais curtos e gerais – genéricas- com amplo volume de buscas.

Mais à frente comentaremos sobre este termo, mas para que entenda o que são Palavras Chave Long Tail resumidamente, são Palavras-Chave de cauda longa, mais fáceis para alcançar o topo das pesquisas.

Confira à seguir algumas dicas para escolher as Palavras-Chave para sua empresa.

Pense como usuário

Nunca é um exagero lembrar que a busca por informações é uma espécie de triângulo que se estabelece entre o dono de um site, a ferramenta de busca e o usuário.

Então, é preciso se esforçar para conhecer a pessoa que está ao teclado do computador ou de qualquer dispositivo.

Quando um conteúdo é criado, sua principal finalidade é responder perguntas. Dentro do campo vasto de um mesmo assunto, muitas questões surgem na mente de quem está interessado.

Um blog corporativo de qualidade se ocupa em responder cada uma dessas indagações. A resposta surge em formato de publicações.

A densidade de conteúdo, isto é, uma quantidade grande de publicações a respeito de diversos temas dentro da área de interesse demarca a própria experiência do usuário.

Em consequência, o blog recebe mais visitas e com o tempo torna-se uma fonte legítima de pesquisa para os usuários. 

Para colocar em termos práticos é necessário “entrar na mente e nas pontas dos dedos” de um usuário do comando de buscas.

Antes mesmo de programar seu conteúdo, você deve direcionar as palavras para como serão procuradas. Pensar como alguém que busca pela resposta, não como alguém que a oferece.

Além de tudo o que já mencionado, o conhecimento da persona a qual o blog se dirige permite que o público se identifique com o conteúdo proposto.

Portanto, na hora de publicar, deve ter relação com a persona também. É bom lembrar que a experiência do usuário conta como um fator para que um site suba no ranking do Google.

Faça uma análise de concorrência

Essa tática tem muito potencial. A análise de concorrência permite que você tenha uma visão panorâmica da produção de conteúdo dentro do seu nicho.

É possível usar essa estratégia para chegar a alguns lugares, como, por exemplo, descobrir de que forma a concorrência lida com o próprio conteúdo.

Quais temas são mais abordados, qual linguagem é usada e o tom das publicações são alguns exemplos do que se observar. Além disso, dá para descobrir novidades que outras empresas lançam.

Outra forma de tirar proveito da escolha de palavras-chave através do estudo da concorrência ocorre da forma oposta.

Isso quer dizer observar atentamente os resultados e perceber o que a concorrência tem feito de errado. 

Simplesmente, empresas que irão testar diferentes maneiras de produzir conteúdo cometerão erros. É uma questão lógica.

Explorar o conteúdo da concorrência é encontrar lacunas!

Na prática, um bom criador de conteúdo adquire sensibilidade com o tempo a fim de ver possibilidades onde, aparentemente, não há nada.

É a habilidade de preencher os espaços vazios da produção de conteúdo e, por consequência, ultrapassar a concorrência e ganhar visibilidade para a marca.

É uma boa ideia utilizar softwares como o Ahrefs, SEMRush, Ubersuggest, no qual possibilitam a análise das palavras-chave e excelentes indicadores, oportunidades em long tails e muito mais.

Confira abaixo como funciona o Ahrefs:

o-que-sao-palavras-chave
Planejador de Palavras-Chave no Ahrefs

Aposte em Palavras-Chave Long Tails

Entender o que são Palavras Chave e como atribuí-las deve ser uma decisão movida à assertividade. Logo, os termos selecionados devem ser precisos e abrangentes.

Também conhecidas por “cauda longa”, essas palavras são os termos que podem ser ligados às Palavras-Chave Primárias, de maneira à obter um melhor ranqueamento sobre estas principais.

Quanto mais direcionadas forem as keywords de cauda longa, maiores são as chances de um blog ou site tornar-se mais visível, pois subirá posições do ranking do Google.

Aposte no organizador de Palavras-chave do Google

É claro que todo esse trabalho pode e deve ser realizado por intermédio de algumas ferramentas.

O Organizador de Palavras-Chave do Google é um destaque por ser gratuito e simples de manejar, pois os dados podem ser vistos também na planilha.

Diferente dos Organizadores de Palavras-Chave como o Ahrefs, SEMRush ou Ubersuggest, o Google vêm com uma proposta inteiramente gratuita!

Com o keyword planner do Google é possível descobrir novas palavras-chave, monitorar o volume de buscas por uma determinada palavra-chave todo mês e organizar as palavras-chave de acordo com a sua marca. 

Confira abaixo como funciona:

planejador-de-palavras-chave-google
Planejador de Palavras-Chave do Google

Dentro do Planejador de Palavras-Chave do Google é possível você contar com duas funções similares: Descobrir novas ideias para palavras-chave ou consultar o volume e previsões de pesquisa.

Com o “Descobrir Novas Palavras-Chave” do Google, você conta com inúmeras opções para encontrar as melhores opções.

Contando com insights de concorrentes, produtos ou serviços similares ao seu, entre outros aspectos de extrema importância para definição de seus produtos ou serviços.

planejador-de-palavras-chave
Descobrindo novas Palavras-Chave no Planejador do Google

Para chegar até aqui é importância que tenha entendi o que são Palavras Chave Primárias, Secundárias e como utilizar as Long Tails à favor do seu negócio.

Conte com insights da concorrência, caso você esteja começando agora, este é um excelente caminho para obter excelentes resultados com suas palavras-chave!

Além disso, com o volume de pesquisa e previsões você consegue analisar o volume de buscas por cada Palavra-Chave desejada e conferir previsões estimadas para criar Anúncios Pagos, como é o caso do Adsense.

volume-de-pesquisas-e-previsoes-google
Volume de Pesquisas e Previsões

Além do Planejador de Palavras-Chave do Google, existem outras ferramentas que podem auxiliar em sua escolha, são eles:

  • Google Trends (gratuito);
  • Keyword Tool (gratuito) ;
  • Ahrefs (planos pagos);
  • SpyFu (planos pagos);
  • WordStream (planos pagos);
  • Ubersuggest (limite para uso gratuito, com opção para planos pagos);
  • Alexa (limite para uso gratuito, com opção para planos pagos);
  • MOZ (limite para uso gratuito, com opção para planos pagos).

Conclusão

E aí, deu pra compreender sobre o que são Palavras Chaves e como definir as melhores para sua empresa?!

Para que um conteúdo apareça é necessário que ele seja carregado ao leitor através das palavras-chave. Como escolher as palavras-chave para o conteúdo e marca de forma adequada é vital para qualquer site. 

Aplique as palavras-chaves em suas publicações, e leve em consideração cada um dos aspectos de seu funcionamento, tanto perante os mecanismos de busca quanto diante dos leitores.

Assim, com certeza o seu blog irá atingir o topo dos resultados.

Caso tenham ficado dúvidas sobre o que são Palavras Chave ou termos relacionado à este assunto, comente aqui em baixo! Será um prazer respondê-los.

Bons negócios e até a próxima!

guest-posts-google-web-stories
Compartilhe:

Deixe um comentário